Queiroga e Tedros participaram de um evento de ministros de Saúde do G20 sobre os impactos da pandemia, em Roma, e aproveitaram para fazer um encontro. Imagem de encontro entre Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor da OMS, e Marcelo Queiroga, ministro da Saúde do Brasil, em 5 de setembro de 2021
Reprodução/Twitter
O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, encontrou-se com o ministro da Saúde do Brasil, Marcelo Queiroga, em Roma, na Itália, no domingo (5).
Os dois foram participar de um evento de ministros de Saúde do G20 (grupo das 20 maiores economias do mundo) sobre os impactos da pandemia e a estratégia para combater o coronavírus..
Em seu perfil em uma rede social, Tedros afirmou que no encontro, eles conversaram sobre o aumento da produção de vacinas contra a Covid-19 e sobre a possibilidade de compartilhar doses na América Latina.
Eles também falaram sobre a variante delta e a necessidade de controlar a transmissão e sobre a condição dos pacientes pós-Covid e doenças não transmissíveis, de acordo com Tedros.
“Nós concordamos que é preciso dar apoio a mulheres profissionais de saúde.
Em uma rede social, o Ministério da Saúde afirmou que Tedros fez elogios à estratégia de vacinação brasileira: “Tedros Adhanom, parabenizou o ministro Marcelo Queiroga pelos resultados positivos da campanha de vacinação brasileira”.
O próprio Queiroga publicou uma mensagem em um de seus perfis: “Obrigado, Tedros, pelo encontro produtivo. Eu fiquei feliz de compartilhar com você o sucesso do programa de vacinação contra a Covid-19 no Brasil e a expansão da nossa capacidade de produção”, afirmou.
Vacinação no Brasil
O Brasil aplicou mais de 201 milhões de doses de vacinas contra a Covid até o domingo (5), somando a primeira dose, a segunda e a dose única, desde o começo da vacinação. São 201.449.934 doses aplicadas no total.
Vacinação contra a Covid no Brasil: 30,32% estão com esquema vacinal completo
A população que completou o esquema vacinal e está imunizada é 31,46%, com 67.102.644 de doses aplicadas.
Os que estão parcialmente imunizados, ou seja, que apenas a primeira dose de vacinas, são 134.347.290 pessoas, o que corresponde a 62,98% da população.
Veja os vídeos mais assistidos do G1